Veterinários atuarão no Saúde da Família

Veterinários atuarão no Saúde da Família

Assim que escuta a voz da dona, Benjamim corre em direção a ela em busca de afago. O focinho molhado é o primeiro contato. Como recompensa, Maria de Nazaré Pontes enche o cachorro de abraços e beijos. Assim como a convivência de Nazaré com Benjamim, a relação estreita mantida entre animais e seres humanos requer cuidados que ultrapassam os limites de casa e se tornam assunto de saúde pública. Motivado por isso, o Ministério da Saúde (MS) autorizou a inclusão de médicos veterinários nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf), em portaria publicada no Diário Oficial da União no dia 24 de outubro. Segundo o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Pará (CRMV), Edson Ladislau, a inclusão desses profissionais no serviço da saúde pública era uma reivindicação antiga da categoria, motivada pela importância da atuação deles na prevenção de doenças relacionadas às várias espécies de animais. Apesar de já ter sido publicada a portaria que possibilita que qualquer município brasileiro conte com um veterinário, Ladislau afirma que ainda serão definidas as formas de atuação desse profissional. “O veterinário vai trabalhar com o diagnóstico e manutenção da saúde”. Para o diretor da Comissão de Saúde Pública do CRMV, Paulo Galdino, a necessidade de atenção às chamadas zoonozes, doenças transmitidas por animais, é intensificada a partir do momento em que o homem passa a ter uma relação cada vez mais próxima dos animais. “Quando o homem estreitou o contato com os animais começaram a surgir epidemiologias das zoonozes. Se 85% das doenças emergentes dessas endemias são zoonozes, é necessário um veterinário para tratar”, argumenta. “Para que o animal conviva tão perto do homem, ele tem que ser bem tratado”.

CUIDADOS

Profissional da área de saúde, a técnica de enfermagem Nazaré garante que mantém todos os cuidados necessários com Benjamim. Os espaços reservados para as vacinas do animal na carteirinha estão todos preenchidos. A veterinária que cuida de sua saúde, vai até ele em casa sempre que necessário para garantir a saúde do animal, assim como a manutenção de sua higiene. “É um animal que convive com a gente, então, tem que ter cuidado”, lembra ela.

Paulo lembra que a atuação dos veterinários não se restringe apenas aos animais domésticos. “Nas áreas rurais tem que ter todo um cuidado com os animais peçonhentos, assim como insetos e roedores que tentem invadir a área urbana e a trazer essas zoonozes para as famílias”, informa.

“Nesse sentido, o veterinário também tem um papel muito importante na orientação da sociedade quanto ao consumo de alimentos de origem animal. Diante de tudo isso, o veterinário deve fazer parte do planejamento de saúde familiar”, complementa Ladislau.

Fonte: Diário do Pará

Leave a Reply

Your email address will not be published.